top of page
  • Foto do escritorjornalbanquete

SOBRE DESTINO, LEIA-SE SENTIDO, DE GABRIELA MARCONDES

Por Luiza Leite


Mercuriais, dúbios, indecidíveis, os versos de Gabriela Marcondes nunca se estabilizam. Entre a precisão e a fluidez, os poemas desenham imagens volúveis e inquietas dentro de um caleidoscópio. Como Alice no País das Maravilhas, experimentamos a vertigem das metamorfoses, em que os sentidos se modificam feito fumaça. Afinal, “quebrar o brinquedo ainda é mais brincar”, diz Orides Fontela em uma das epígrafes. Em vez de se deparar com um coelho apressado, Gabriela encontra, no outro lado do espelho, o mestre Bashô, que definiu o haicai como “o que está acontecendo aqui e agora”. Seu olhar contemplativo nos revela, assim, como amar o mundo: pássaros em vôo / asas escrevem / uma frase no céu.


Se por um lado, há a escassez dos meios, pois a síntese e o risco da ininteligibilidade são procedimentos de composição, por outro, os significados proliferam como nas correntezas moventes de um rio, em contínua mutação. As palavras nunca estão sozinhas, saltam de dentro das outras. Também do avesso surgem versos, o acaso amplia as margens, ler é inventar. O jogo verbivocovisualatravessa o livro, mostrando, por trás das imagens cotidianas, o tema da transformação, a princípio inconspícuo: “tudo que perdura / só dura porque / muda no tempo”. 


Um célebre koan zen sugere que “as palavras fracassam”. Daí nasce a possibilidade da invenção. Na falha brilham as fagulhas, lampejos imprevistos. Quando as coisas colapsam, enxergamos outros horizontes. É na “rachadura que o amor entra”, pois eros está na vizinhança do erro. Basta subtrair uma letra, produzir deslocamentos ínfimos, quase nadas, que, no entanto, mudam o rumo de tudo. Como o mago na carta do tarot ou um trickster, a poeta amplia a compreensão de que as palavras são generosas e fugidias, passíveis de recombinação ininterrupta. Num só gesto, os poemas neste “destino leia-se sentido” traduzem o que na linguagem falta e excede, restituindo às peças desmontadas do brinquedo sua capacidade mágica.

    

 

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page